Van Amorim

VANESSA AMORIM DE JESUS é uma escritora romancista natural de Salvador - Bahia, tem 27 anos e é acadêmica de Letras Vernáculas (Literatura Brasileira) na Universidade Salvador (UNIFACS). A sua história com a escrita é a mais intensa possível, tanto que rendeu o seu primeiro livro “O Código da Sabedoria.” Uma autobiografia romanceada, narrada na terceira pessoa. Isso fez com que se apaixonasse e mergulhasse de vez no fantástico mundo literário, desvelando o prazer de ser escritora. Mas a proeza foi ainda na sua infância, quando vencera aos 10 anos um campeonato de poema na escola, em Águas Claras. O prêmio era assistir ao concerto da “Orquestra Sinfônica da Bahia” na sala principal do Teatro Castro Alves e ter seu poema em exposição no Shopping Iguatemi. Van escreve desde criança porque ama e não se vê fazendo outra coisa. Amante dos idiomas, da paz e dos romances policiais.

Sequestrada aos 15 anos, a escritora viveu esse triste episódio junto a mais dois colegas no Tanque do Coronel, bairro de Simões Filho, região metropolitana de Salvador. Era uma linda manhã de primavera, dia 9 de junho de 2008, quando foram colher frutas próximo a uma fazenda, acompanhada de uma menina de 22 anos e um rapaz de 20. Lá encontraram três bandidos armados, que além de amarrá-los e torturá-los, resolvem estuprá-la e raptá-la por horas. O crime chocou a população local e despertou o interesse da polícia para as buscas e investigações. Vanessa passava pelo primeiro processo de transição na época e decidiu narrar tudo que viveu no livro “O Código da Sabedoria” como um menino gay, com o intuito de abrir o debate para a visibilidade transgênero. Hoje colunista policial do site “Salvador Notícias”, a escritora escreve matérias de assassinatos como forma de protesto, pois o trauma fez com que ela desenvolvesse síndrome do pânico, um tipo de transtorno de ansiedade no qual ocorrem crises inesperadas de desespero e medo intenso de que algo ruim aconteça, mesmo que não haja motivo algum para isso ou sinais de perigo iminente. Atualmente faz acompanhamento psicológico para seguir em frente, encarando a realidade de uma mulher transexual, dos crimes e dos perigos da vida em sociedade.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.